Em nota representantes das Comunidades Tradicionais da Juréia passam as últimas informações sobre a ocupação pacífica para impedimento da obra de reforma do alojamento da Fundação florestal/Secretaria do meio ambiente

10615861_688371514575535_244013928_n

Grajauna- Iguape ,18 de agosto de 2014.

A união dos Moradores da Jureia- UMJ, através de seus representante, entrou em contato e protocolou oficio no dia 08 de agosto junto com a fundação florestal/Secretaria do meio ambiente representado pelo Gestor da estação Ecológica Jureia Itatins, Sr. Aruã Caetano solicitando suspensão da obra até que houvesse dialogo com a comunidade e a possível alteração do projeto. Até o momento não houve nenhum retorno, causando grande preocupação aos moradores e permitindo que a obra tivesse prosseguimento, chegando diversos materiais de construção( bloco, areia, pedra, ferragens….) mesmo sem consentimento da comunidade e causando medo e insegurança a todos. Outra questão apontada pelas comunidades é sobre a proibição que sofrem, não sendo autorizados nas reformas das suas casas e no caso do governo, estes podem transportar, construir e reformar sem qualquer consulta aos órgãos competentes.

Após esse impasse as comunidades da Jureia, moradores da região e parceiros se mobilizaram em aproximadamente 100 pessoas para apoiar a família do Sr. Onésio e Dª Nancy que são caiçaras,moradores da Comunidade do Grajauna,   reivindicando assim os seus direitos sobre o uso do caminho de servidão, onde está sendo ampliada a construção de um alojamento que impede o acesso da sua casa a praia, praia esta que serve de coleta de frutos do mar, área de pesca e meio de comunicação entre outras comunidades.

Desde domingo começou a chegar diversas pessoas em apoio a Família e hoje foi ocupado o alojamento e interrompido a obra. Com a ocupação do alojamento a comunidade pretende que sejam ouvidos pelo governo e assim possam definir a melhor solução para esse impasse.

Esperamos que o Governador Geraldo Alckmim tome as medidas cabíveis para que haja dialogo entre as partes, caso contrário permaneceremos aqui por tempo indeterminado…

União dos Moradores da Juréia / Associação dos Jovens da Juréia

Anúncios

Sobre ajjureia

"Sou fruto da necessidade de defender os direitos, de gerar alternativas para melhoria de vida e de resgatar e divulgar a riqueza da cultura tradicional caiçara".
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Em nota representantes das Comunidades Tradicionais da Juréia passam as últimas informações sobre a ocupação pacífica para impedimento da obra de reforma do alojamento da Fundação florestal/Secretaria do meio ambiente

  1. Ana Lucia Guimarães de Araujo Neves disse:

    Todo apoio a ocupação! já passou da hora das autoridades, remuneradas com o dinheiro do nosso imposto, exercitarem o respeito e o diálogo com os cidadãos que lhes sustentam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s